SUPLEMENTOS MAGNÉSIO CURIOSIDADES BENEFÍCIOS

Artrose: alimentos ricos em fibras aliviam as dores

Artrose: alimentos ricos em fibras aliviam as dores

Como já falamos neste post, a artrose – também chamada de osteoartrite – é uma doença reumática que ataca as articulações. Assim, há um desgaste das cartilagens que recobrem as extremidades dos ossos, podendo danificar outros componentes articulares: os ligamentos, a membrana e o líquido sinovial. A cartilagem é responsável pelo deslizamento entre os ossos sem atrito durante o movimento da articulação, como nos joelhos, quadris, tornozelos, cotovelos e mãos.

Os danos podem causar dores, inflamações, inchaços, rigidez nas juntas e limitação funcional. Sua origem não é totalmente conhecida. O que se sabe é que a degeneração nas articulações pode ser causada pelo excesso de forças no local e falha do metabolismo articular, além de ser agravada com certos estilos de vidas e ocupações. Essa patologia musculoesquelética é mais comum a partir dos 40 anos de idade e afeta cerca de 20% da população mundial, sendo 15 milhões de pessoas só no Brasil.

Ainda não existe cura total para a doença. Assim como os outros tipos de reumatismo, possui um tratamento dividido entre medicamentoso e não-medicamentoso, aliando remédios à fisioterapia. Seu objetivo é aliviar a dor, manter a função articular, melhorar a qualidade de vida do paciente e facilitar suas tarefas diárias. Você sabia que é possível aliviar os sintomas de forma natural? Descubra o poder das fibras!

Fibras são aliadas da artrose

Alimentos ricos em fibras não são bons apenas para o trânsito intestinal, podendo ajudar também os pacientes reumáticos. De acordo com pesquisas realizadas na Tufts University, em Boston/EUA, há relação entre uma dieta saudável e a melhora dos sintomas da artrose nos joelhos de indivíduos com mais de 50 anos.

Segundo reportagem da Gazeta do Povo, foram realizados dois grupos de estudos. O primeiro acompanhou, durante dois anos, 4.796 homens e mulheres diagnosticados com artrose ou com risco de desenvolver a doença. As pessoas que consumiram alimentos abundantes em fibras – 22,4 gramas diários para mulheres e 28 gramas para homens – apresentaram 30% menos chance de desenvolver dores nos joelhos ou sensação de rigidez. Depois de quatro anos, os especialistas afirmaram que aqueles mesmos pacientes não apresentaram piora.

O 2º grupo era formado por 1.268 adultos na faixa dos 50 anos. Os resultados foram semelhantes: um quarto dos pacientes que capricharam na alimentação e incluíram frutas, legumes e vegetais na dieta tiveram 61% menos chance de apresentar os sintomas em comparação aos que consumiam poucas fibras.

Mas por quê?

Por ser um estudo de observação, sem novas pesquisas feitas ainda, os responsáveis não sabem exatamente como explicar o efeito dessa substância nas juntas. Mas ele existe e é muito positivo! Afinal, a ingestão de fibras é excelente para o organismo de várias formas. Então a pergunta certa seria: por que não?

Médicos especulam que o motivo desse resultado é a própria melhora na alimentação e, consequentemente, na qualidade de vida. Uma dieta saudável aumenta as chances de perder peso, fazendo com que a sobrecarga nos joelhos seja reduzida, atenuando as dores. O alívio dos sintomas é um conjunto de fatores, incluindo exercícios físicos regulares e bons hábitos. Um emagrecimento com saúde torna esse desgaste articular mais lento, agravando menos o quadro do paciente.

Outros benefícios das fibras

Além de tudo, as fibras auxiliam na regulação do colesterol e glicose no sangue. Sua função mais conhecida, como anti-inflamatória no intestino, faz com que a absorção das substâncias tóxicas que causam inflamação e dor nas articulações também diminuam.

As fibras podem ser encontradas em diversas frutas (principalmente com casca), vegetais, grãos, leguminosas, sementes, farinhas integrais e cereais. Também existem os produtos probióticos prontos para ingestão.

 

Magnésio para pacientes com artrose

Os tratamentos da maioria dos tipos de doenças reumáticas são feitos por uma equipe multidisciplinar. Assim, unindo medicina, fisioterapia, exercícios físicos orientados e psicologia. Em alguns casos, a doença é crônica e não tem uma cura específica. Portanto, controla-se os sintomas para uma maior qualidade de vida. Você sabia que existem alternativas naturais para reduzir as dores da artrose?

O Magnésio, maestro dos minerais, é uma ótima opção para ajudar a aliviar os sintomas. Essencial para a nossa saúde, tem alto poder de ação no organismo e deve ser suplementado diariamente. O Brasil é classificado como um país com solo pobre em Magnésio. Ou seja, os alimentos que o contém possuem uma quantidade muito inferior ao consumo ideal. O Magnésio Quelato é sua forma com melhor absorção, sendo 4 vezes maior e biodisponível. É extremamente concentrado e garante que o corpo irá suprir as quantidades que necessita.

A suplementação do mineral, além de auxiliar no tratamento, previne mais de 300 enfermidades causadas pelo reumatismo, incluindo a artrose. Ele atua diretamente no trânsito de cálcio pelo corpo, ajuda a vitamina D a fixar o cálcio nos ossos e melhora os estados de inflamação. Também evita a perda óssea e age contra a dor, sendo um analgésico natural. Entre contato conosco clicando aqui!

Você pode gostar