SUPLEMENTOS MAGNÉSIO CÁLCIO 600 BENEFÍCIOS PARA MULHERES

REUMATISMO: UM PERIGO PARA OSSOS

O reumatismo afeta a saúde das articulações, cartilagens e ossos. Saiba mais sobre o perigo do reumatismo, e como é possível prevenir e tratar essa doença.

O perigo do reumatismo

Reumatismo: Uma palavra, dez sílabas e mais de 300 doenças. Assim é o reumatismo, um perigo para os ossos. Uma doença que afeta diretamente a saúde das cartilagens e articulações. Por isso, hoje vamos entender o perigo do reumatismo, como prevenir e como o Cálcio e Magnésio podem ajudar.

0
São mais de 300 doenças reumáticas!

O que é reumatismo?

Inicialmente precisamos entender que o reumatismo não é uma doença de idosos.

Crianças também podem ser afetadas. Um bom exemplo, é a atrite reumatoide juvenil, que provoca diversas dores nas articulações. No entanto, as mulheres são as mais afetadas pelas doenças reumáticas. O surgimento pode ocorrer dos 25 aos 45 anos, e está ligado provavelmente a uma tendência maior de produção de anticorpos, relacionada aos hormônios femininos.

São mais de 200 doenças reumáticas, no entanto, as mais conhecidas são a artrite, a tendinite e a artrose. Normalmente, os sintomas podem ser parecidos, mas existem particularidades importantes sobre cada uma. Com isso, o tratamento é realizado de acordo com cada pessoa e o grau da doença. 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, cerca de 20 milhões de brasileiros sofrem com doenças reumáticas. 

Sintomas do reumatismo

Normalmente, os sintomas de reumatismo nos ossos estão diretamente relacionados com diversos sintomas como:

  • Inchaço nas articulações
  • Vermelhidão nas articulações
  • Dores intensas nas articulações, músculos e tendão
  • Cansaço generalizado
  • Dificuldade na movimentação e até para pegar peso
  • Incapacidade funcional
  • Rigidez articular pela manhã

Resumidamente, o inchaço, vermelhidão e a dor provocada pela inflamação das articulações, que têm origem em doenças como osteoartrite, artrose, lúpus, fibromialgia, e artrite reumatoide. Com isso, a incapacidade funcional pode ou não vir acompanhada.

Além disso, é muito comum as pessoas reclamarem da rigidez articular nas primeiras horas da manhã, falta de força e caso não seja tratada adequadamente, a artrite reumatoide pode causar até deformidades nas articulações, principalmente nas mãos.

Qualquer movimento simples como esticar, elevar e até espreguiçar torna-se complicado. Por isso, o reumatismo é um perigo para a saúde dos ossos. 

Antes de mais nada, é preciso entender que, a famosa artrite  é uma doença autoimune e inflamatória. 

A artrite corre quando há uma alteração na resposta imunológica, inflamando a membrana da articulação. Nesse caso, ela gera danos diretos na articulação, já que atinge a cartilagem e o osso.

Aproximadamente pelo menos 2 milhões de brasileiros sofrem dessa patologia. Normalmente, atinge as articulações das mãos, punhos e pés. Os sintomas mais comuns são ores, rigidez articular, deformidades progressivas, desgaste ósseo e incapacidade funcional. Incapacitando o paciente de realizar qualquer tarefa simples, como segurar uma panela ou até escovar os dentes.

Já no caso da artrose ou osteoartrite é muito comum entre os idosos e em fases avançadas, torna-se uma doença incapacitante.

Nesse ínterim, essa condição é causada pelo desgaste da cartilagem que protege a articulação.

Nesse caso, o principal problema aqui, além da terrível dor, a piora ocorre com esforço físico e até em alguns casos, mudanças na temperatura, impedimento muitas pessoas ativas, realizarem qualquer tarefa física. O alivio só acontece quando há repouso absoluto.

Esse tipo artrite ocorre de forma isolada em uma única articulação no corpo. Pode surgir em qualquer região do corpo, entretanto, é mais comum no dedão do pé. Nesse caso, a gota é provocada pelo excesso de ácido úrico na articulação.

Resumidamente, a tendinite é a inflamação dos tendões (tecidos que ligam os músculos aos ossos).

Normalmente, ocorre quando há inflamação ou inchaço no tendão, fibra que liga o músculo ao osso. As causas são diversas, mas pode aparecer tanto pela falta de alongamento muscular, quanto a movimentação de gestos repetitivos. Postura inadequada e o estresse também geram contrações nos músculos que danificam os tendões, inflamando-os.

Pode surgir em qualquer parte do corpo, no entanto, é mais comum aparecer nos joelhos, punhos, cotovelos, ombros, dedos e tornozelos.

Nesse caso, a idade é um fator de risco, já que a circulação sanguínea do tendão vai perdendo a força com o passar dos anos. Seu principal sintoma é uma dor intensa na realização de qualquer atividade simples do dia a dia.

Perigo para os ossos

Essa doença oferece um risco direto para as articulações, ossos ou músculos. Desse modo, se não tratado, o reumatismo pode ser bem perigoso. Por isso, certos cuidados são imprescindíveis, não só para prevenir os perigos que o reumatismo trás, como também, combater a evolução do quadro.

Quando a deterioração da articulação ocorre, a qualidade de vida do paciente empobrece. Além das dores, é comum os pacientes desenvolvem ansiedade e depressão. Sendo assim, se qualquer sintoma aparente ocorrer, não deixe de ir ao médico, não deixe de se exercitar e, sobretudo, nunca deixe de lado a alimentação adequada e a suplementação.

O reumatismo é um perigo para os ossos, e oferece diversos riscos à saúde, entretanto, essas são as chaves para combater e prevenir essas doenças. 

Como vimos, o perigo do reumatismo é real e engloba diversas doenças, sendo muito difícil especificar um só tipo de tratamento. Por isso, ao sinal de qualquer sintoma, é importante consultar o médico para determinar a ação de combate. No entanto, a suplementação oferece a reposição de diversas vitaminas e minerais necessários para a composição de uma saúde óssea próspera.

Tratamento e Prevenção

Com a rotina corrida, nem sempre conseguimos adicionar tudo o que precisamos no cardápio. De qualquer forma, o nosso solo é pobre e não pode oferecer tudo que precisamos para suprir a saúde. Contudo, os suplementos existem para isso, possuem o intento de suprir a falta de diversas proteínas, vitaminas e minerais que um corpo bem nutrido necessita.

Nesse caso, a reposição com o Cálcio e o Magnésio são perfeitos.

CÁLCIO D:

O cálcio é fundamental para a saúde dos ossos, cartilagens e músculos, principalmente para as mulheres na fase pós menopausa – que ficam mais propensas a desenvolverem doenças nos ossos. Além de proteger os ossos, reduz a inflamação, melhora significativamente a absorção dos nutrientes e combate a artrite, artrose e até osteoporose.

Magnésio:

Já o magnésio é conhecido como o maestro dos minerais. Combate diretamente mais de 200 doenças ligadas ao reumatismoO cálcio e o magnésio são minerais que, em conjunto com a Vitamina D, oferecem maior sustentação aos ossos, como também ajudam na manutenção de ossos fortes e um corpo nutrido.

magnésio possui comprovação no alivio direto das dores, acalma os músculos doloridos, diminui a ansiedade e a depressão e ainda fortalece toda a saúde dos ossos. No mundo fitness, por ser um grande aliado do corpo, dos ossos e do condicionamento físico, o magnésio é muito procurado.

Ele possui finalidades benéficas como ajudar no metabolismo de carboidratos, lipídeos, proteínas e eletrólitos, por meio da ativação de enzimas. Com isto, melhora o condicionamento físico e auxilia na prevenção de osteoporose, por conta da produção de hormônios que são extremamente eficazes no aumento da formação do osso.

Bons cuidados, podem não só prevenir, como também impedir a evolução de certas doenças.

Para quem já possui essas doenças, é muito importante ter uma boa alimentação, tomar os remédios e os suplementos nos horários certos, nunca deixar de fazer exercício físico e obedecer aos momentos de repouso recomendados pelo médico. Tudo isso contribui significativamente no resultado do tratamento dessas enfermidades.

O tratamento da maioria dos tipos de doenças reumáticas envolve diretamente a medicina, fisioterapia, exercícios físicos orientados,  psicologia e suplementação.

No caso de doenças crônicas,  não há uma cura específica, controlando-se os sintomas para gerar maior qualidade de vida. No entanto, como já vimos, a suplementação natural mostra grandes resultados e melhoras no tratamento e no alívio dos sintomas e na prevenção destas doenças. 

Conheça o magnésio: antes de tudo, ele auxilia em diversas doenças. No entanto, atua diretamente no trânsito de cálcio pelo corpo, além de auxiliar a vitamina D a fixar o cálcio nos ossos.

Conhecido como maestro dos minerais, esse suplemento, é um importante aliado no tratamento de doenças reumáticas pelo fato de evitar a perda óssea e pelo auxilio contra as dores, por ser um analgésico natural. Ou seja, não pode faltar na lojinha de casa! 

Você pode gostar